Carreira

Aprenda 5 táticas de como melhorar a dicção

Escrito por Cristiane Romano

Inúmeras pessoas sentem verdadeiro terror quando precisam falar em público, algumas por timidez, outras por falta de oratória ou por terem problemas na dicção. 

Caso você sofra com algum desses problemas, saiba que, para todos os exemplos citados, há solução!

A dicção, no entanto, é o fator mais relevante para quem tem medo de falar em público, isso porque uma comunicação clara e objetiva depende exclusivamente de uma boa dicção. 

Mas como melhorar a dicção para falar bem em público? Acompanhe este post e descubra!

Melhorar a dicção auxilia o bom discurso

A dicção é a forma com que pronunciamos os sons das palavras, sílabas e letras. É responsável pela perfeição da nossa fala, que, por sua vez, é o elemento mais importante da comunicação.

A maneira como articulamos nossas palavras influencia diretamente no entendimento da mensagem, por isso, quem sofre com problemas de dicção se sente inseguro na posição de orador.

Melhorar a dicção, para essas pessoas, significa muito mais do que formular um bom discurso: ajuda a desenvolver autoconfiança, melhorando o poder da oratória.

Falhas na dicção podem ser perfeitamente resolvidas com a correção e o aperfeiçoamento da fala, adquiridos por meio de técnicas fonoaudiólogas que trabalham a respiração e o aquecimento dos músculos faciais, vocais e a língua.

5 táticas incríveis de como melhorar a dicção

1. Grave e ouça a sua voz

A primeira dica para quem quer saber como melhorar a dicção é gravar a si mesmo lendo um texto aleatório. Essa ação ajudará você a parametrizar os pontos que precisam ser melhorados, ouvir quais sílabas você tem mais dificuldade em pronunciar e os trechos que ficaram menos compreendidos.

Faça a experiência de falar em ritmos, propósitos e emoções diferentes. Quanto mais opções testar, mais conhecimento terá da sua voz e dos pontos a melhorar.

2. Pronuncie as consoantes com clareza

Essa atividade não é complicada, basta um pouco de atenção para se certificar de que as consoantes estão corretas na fala, com todos os fonemas pronunciados de forma clara e precisa, sem que se misturem ou emendem com outras palavras.

Existem diversas frases, poesias e sons que podem ser repetidos para praticar essas pronúncias. O importante é dedicar um tempo diariamente para isso. Afinal, a prática traz a perfeição.

3. Escolha o ritmo ideal para a fala

O ritmo é fundamental para definir a sua melhor dicção. Fale sempre ao seu tempo, concentre-se na melhor forma de pronunciar cada sílaba. Com calma, você conseguirá se comunicar melhor e com mais clareza.

Para ter um bom parâmetro de como está sua clareza, recorra novamente às gravações, tanto durante a prática de discursos, quanto durante os exercícios que estiver fazendo. Caso você detecte sons específicos em que sua dicção esteja ruim, procure por mais exercícios e continue a trabalhar em cada detalhe.

4. Trabalhe o relaxamento da voz

Para que você tenha uma fala clara e limpa, é essencial trabalhar exercícios para a voz, sendo orientados por um fonoaudiólogo. Em momentos de nervosismo, como em um discurso público, por exemplo, é normal que a nossa voz trave ou acelere, fazendo com que as palavras saiam atropeladas, prejudicando a qualidade e a credibilidade da oratória.

Além de respirar fundo e tentar se acalmar, faça um treino de nasalização para relaxar a voz. Veja como é fácil:

Primeiro, bloqueie a entrada de ar, fechando as narinas com os dedos, depois pronuncie o som “hummmm”, como se fosse um zumbido de abelha, com a boca fechada, por mais ou menos um minuto. Pause para respirar e depois repita por mais duas vezes o exercício.

A vibração emitida pelo som ajuda a relaxar as cordas vocais.

5. Pratique exercícios repetidamente

O sucesso para uma boa fala está no quanto você se dedica a melhorar a dicção. Força de vontade e determinação são fundamentais para a prática.

Alguns tipos de exercícios trabalham a articulação da língua e dos músculos da boca, ajudando a treinar a pronúncia perfeita de cada sílaba e palavra para melhorar a dicção, como o exercício da caneta ou lápis. Confira:

Primeiro, é preciso travar os lábios com algum objeto — pode ser um lápis ou uma caneta —, com a ponta de trás posicionada cerca de 1 cm para dentro da boca.

Depois, leia frases curtas e repita-as muitas vezes, sem deixar que a qualidade da pronúncia caia durante as repetições. Quando cansar, tire o lápis e treine as frases nos movimentos normais.

Uma boa dica é usar frases que tenham padrões diferentes, como trava-línguas, rimas e frases com sílabas as quais tenha mais dificuldade em pronunciar. Assim, você diversifica e aproveita melhor o exercício. Abaixo, estão algumas frases que poderão ajudá-lo no treino:

Texto simples

“A clareza da comunicação é um fator determinante na conquista da confiança, que, por sua vez, é fundamental na construção da credibilidade. A credibilidade é fator essencial no êxito do orador.”

Rima

“Caxuxa é uma bruxa baixinha e feliz. Tem uma pinta roxa bem na ponta do nariz. No seu xale xadrez embrulhou o Pixoxó, seu peixinho voador. Ele é o seu xodó!”

Trava-língua

“Lalá, Lelé e Lili, e suas filhas Lalalá, Lelelé e Lilili, e suas netas Lalelá, Lelalé e LeLali, e suas bisnetas Lilelá, Lalilé e Lelali, e suas tataranetas Laleli, Lilalé e Lelilá, cantavam em coro LALALALALALALALÁ.”

Dicas e sugestões para ser um grande orador

As técnicas e os exercícios que passamos até aqui são recursos muito valiosos para qualquer pessoa que procura melhorar a dicção, porém, se o seu objetivo for aprimorar técnicas para uma boa oratória e aperfeiçoar o desempenho do seu discurso, essas duas outras dicas vão ajudar você:

Desenvolva as expressões corporais

Invista no seu lado artístico para desenvolver as expressões corporais, trabalhar a voz, melhorar a oratória e acabar de vez com a timidez.

Pode ser dança, teatro,  música e curso de oratória. A arte, além de ser uma das melhores formas de externar nossas emoções, trabalha a motivação e também ajuda no desenvolvimento pessoal.

Procure um coaching de oratória e comunicação

Se você deseja ser um grande orador, o melhor é procurar orientação específica focada em suas necessidades. Para isso, um treinamento em coaching de oratória e comunicação seria perfeito.

Um profissional coach de comunicação ajudará você a desenvolver técnicas de oratória aprimoradas, para se destacar no mercado de trabalho, nos estudos, em debates, entrevistas etc.

Quer saber mais sobre como melhorar a dicção com um treinamento de coaching? Entre em contato agora mesmo conosco!

Sobre o autor

Cristiane Romano

Fonoaudióloga de formação, sempre foi apaixonada por Oratória e durante sua carreira percebeu o quando as pessoas deixam de ganhar e crescer profissionalmente por não possuírem domínio da oratória. Nos últimos 15 anos tem estudado e aplicado suas técnicas para milhares de pessoas, técnicas essas desenvolvidas e validadas em seu Mestrado e Doutorado pela Universidade de São Paulo (USP). Possui também formação internacional pela Universidade de Ohio nos Estados Unidos.

1 comentário

Deixar comentário.

Share This