Oratória

Saúde vocal: o que é e porque é importante?

Escrito por Cristiane Romano

Falar em público: eis uma situação que ainda provoca arrepios em muita gente. Isso porque a timidez e a vergonha entram em cena trazendo o medo de falar alguma “bobagem” e não ser aceito.

Porém, se o seu trabalho exige que você fale para um grande número de pessoas, além de vencer esses sentimentos, você precisa cuidar da sua saúde vocal. Isso é tão importante quanto sentir-se confiante e saber do que está falando.

Negligenciar o fato de que a sua garganta precisa de cuidados e sair por aí cometendo abusos constantemente (falar em lugares ruidosos, fumar muito ou falar excessivamente quando estiver gripado, por exemplo) poderão fazer com que você desenvolva sérios problemas, como edema e nódulos nas cordas vocais.

Então, se você ainda tem dúvidas e não sabe muito bem o que fazer para preservar a saúde da sua voz, listamos abaixo 4 dicas que poderão ajudá-lo. Confira!

1. Beba água

A água é uma grande aliada da nossa voz. Ela mantém as cordas vocais hidratadas, permitindo que vibrem livremente na hora de emitir os sons.

Mudanças climáticas podem fazer com que a nossa garganta fique seca com maior facilidade, daí a importância de também ingerir esse líquido antes, durante e depois do uso intenso da voz.

Fora isso, adotar o hábito de beber ao menos dois litros de água por dia, além de ajudar a garantir a saúde vocal, previne o organismo de uma série de problemas.

2. Mantenha corpo e mente em equilíbrio

A voz não reflete somente a saúde das cordas e pregas vocais, mas do organismo como um todo.

É por isso que praticar exercícios físicos regularmente pode ajuda a manter o corpo em movimento e harmonia, o que também traz vantagens para a voz. E quando falamos em exercícios que envolvem respiração, como natação ou pilates, os benefícios são ainda maiores.

Além disso, dormir bem, evitar o estresse e procurar manter a mente saudável, farão com que a sua saúde psíquica também flua por meio da voz.

3. Fique atento à sua postura enquanto fala

Quando falar, mantenha a coluna ereta e o corpo alinhado, sem tensionar. Ficar “encolhido” faz com que você precise dispender um esforço maior para projetar a voz. O resultado? Maior desgaste vocal.

Uma vez vencido o medo e a “vontade de se esconder” perante o público, a boa postura se tornará algo mais natural.

4. Sempre que necessário, procure um especialista

Ao menor sinal de que algo não vai bem com a sua saúde vocal, o primeiro passo deve ser procurar um médico.

Problemas na voz, assim como muitas outras ameaças ao bom funcionamento do nosso organismo, têm grandes chances de obter uma resposta positiva e rápida quando tratados a tempo.

Não pense que aquela rouquidão (que não vem acompanhada de gripe) ou a tosse recorrente são eventos normais. Somente um especialista, realizando exames específicos, poderá diagnosticá-lo e indicar um tratamento adequado. Em todos os casos, o melhor a se fazer é não deixar para depois.

E então, gostou das nossas dicas para cuidar da saúde vocal? Deixe seu comentário logo abaixo!

Sobre o autor

Cristiane Romano

Fonoaudióloga de formação, sempre foi apaixonada por Oratória e durante sua carreira percebeu o quando as pessoas deixam de ganhar e crescer profissionalmente por não possuírem domínio da oratória. Nos últimos 15 anos tem estudado e aplicado suas técnicas para milhares de pessoas, técnicas essas desenvolvidas e validadas em seu Mestrado e Doutorado pela Universidade de São Paulo (USP). Possui também formação internacional pela Universidade de Ohio nos Estados Unidos.

Deixar comentário.

Share This