Carreira

Como a comunicação pode influenciar no seu trabalho?

Escrito por Cristiane Romano

 

A comunicação é uma competência necessária ao desenvolvimento do ser humano, principalmente agora vivemos em um mundo cada vez mais dinâmico e suscetível a mudanças. Dentro desse cenário, as empresas dão cada vez mais valor aos profissionais que saibam se comunicar bem. Isso torna a comunicação uma competência básica para quem deseja obter sucesso no mercado de trabalho.
No post de hoje você vai saber como a comunicação pode influenciar o no seu trabalho. Acompanhe a nossa análise e reflita sobre os pontos frágeis observados em que você pode melhorar.

A comunicação no dia a dia do trabalho

A maioria dos profissionais enxerga a comunicação no trabalho como algo natural durante o expediente, pois sem ela muitos processos deixam de acontecer ou são realizados de maneira incompleta.
No ambiente de trabalho, você usa a comunicação tanto para realizar suas tarefas quanto para manter um bom relacionamento interpessoal. Ela surge durante o seu dia, em diversos momentos: enviar um e-mail, transmitir um comunicado de forma oral, delegar tarefas aos demais colaboradores, apresentar relatórios ou aplicar treinamentos.  
Note que os exemplos de comunicação citados são de suma importância para que os profissionais estejam sempre atentos, a fim de que suas mensagens sejam transmitidas de forma clara, objetiva e simples. Sem isso, tudo pode desandar.

A comunicação no trabalho como critério na hora de contratar

Até mesmo quem está buscando recolocação no mercado de trabalho ou o seu primeiro emprego deve encarar a comunicação como uma competência para desenvolver bem suas atividades profissionais,  independentemente de quais sejam elas.
Durante os processos seletivos aos quais nos submetemos ao longo de nossas jornadas profissionais, somos observados pelos analistas de recursos humanos e gestores sob diversas óticas: experiência, conhecimentos, linguagem corporal e comunicação. 
As empresas desejam contratar talentos que possam contribuir para o desenvolvimento delas, que não somente passem por um curto período de experiência e sigam a carreira em outra companhia. Para isso, essas organizações enxergam nos candidatos às vagas de trabalho potencial para transformar profissionais recém-contratados em futuros líderes. A liderança, por si só, já exige do profissional flexibilidade e uma excelente comunicação verbal e escrita.

Quem não se comunica não lidera

Imagine a seguinte situação: você tem uma ideia brilhante que pode se transformar em um projeto muito importante para a companhia onde trabalha. Se você não compartilha isso para outra pessoa, a ideia permanece com você. Mas, se você organizar uma força-tarefa para colocar sua ideia em prática e ganhar o aval do seu gestor para liderar um time, será necessário se comunicar para que tudo saia  (aconteça) conforme o planejado.
Definitivamente, as pessoas não têm o poder da adivinhação. Ao liderar um time de profissionais, todos esperam de você as orientações, diretrizes e comandos necessários para que tudo possa ser feito dentro daexpectativada companhia e dos gestores. Sem a comunicação não existe liderança.

A influência da comunicação durante uma apresentação

É comum, independentemente do tamanho da companhia onde você vai trabalhar,  que suas ideias passem  por uma avaliação criteriosa para saberem se poderão ser colocadas em prática ou não. Esse é um processo bem comum. 
Tudo começa durante uma conversa no café ou mesmo em uma reunião. Você tem um insight e gostaria de sugerir à empresa em que trabalha uma nova prática ou um novo projeto. Seus gestores vão ouvir e avaliar sua proposta, porém a decisão será tomada com base na defesa da (de) sua ideia, geralmente feita durante uma apresentação.
Apresentações tendem a ser momentos tensos para muitos profissionais, seja por timidez ou insegurança. O fato é que você ficou responsável por (para) defender uma ideia, e isso fez com que todo o conhecimento necessário para aquilo seguir adiante (em frente) esteja no seu consciente. Assim basta verbalizar.
Além disso, a comunicação não-verbal, ou seja, a que o seu corpo está transmitindo, também vai dizer muito sobre a mensagem repassada durante a apresentação. Com uma postura ereta, voz firme e gestos tranquilos, a mensagem pode ser transmitida com 100% de eficácia.
 
Acesse nosso site:
 
 

Sobre o autor

Cristiane Romano

Fonoaudióloga de formação, sempre foi apaixonada por Oratória e durante sua carreira percebeu o quando as pessoas deixam de ganhar e crescer profissionalmente por não possuírem domínio da oratória. Nos últimos 15 anos tem estudado e aplicado suas técnicas para milhares de pessoas, técnicas essas desenvolvidas e validadas em seu Mestrado e Doutorado pela Universidade de São Paulo (USP). Possui também formação internacional pela Universidade de Ohio nos Estados Unidos.

Deixar comentário.

Share This